12362938_929978333724267_8659177111717557682_o

O Acamps POA

O Acamps é um movimento leigo vinculado à Arquidiocese de Porto Alegre. Atualmente, está sediado junto à Paróquia São João Batista. Atua em sintonia com o Setor da Juventude. Diretor Espiritual: Pe. Eduardo Pretto Moesch

Partilhar a Vida

O Acampamento baseia-se na experiência concreta vivida pelos seus campistas em cada momento e em cada atividade proposta; assim, todos são convidados a partilhar os seus sentimentos e emoções.

A diversidade de sentidos e a diferença de personalidade entre os participantes compõem uma experiência sempre única de crescimento na vida pessoal e espiritual.

Acamps em Ação

O Acampamento tem o objetivo de desafiar jovens e adultos a experimentarem algo DIFERENTE, vivendo uma aventura de verdade, longe da cidade e da rotina. Um momento de encontro com Deus, com o outro e consigo mesmo. Os Acampamentos são realizados na Fazenda Nossa Senhora Aparecida, ao ar livre, em contato direto com a NATUREZA.

Por meio de DESAFIOS inusitados, os campistas colocam seus limites (físicos e mentais) em prova, descobrindo novas habilidades e vencendo suas próprias barreiras. A tônica do Acampamento é a CRIATIVIDADE.

História do Acamps

O acampamento teve como um de seus fundadores Martin Valverde, que nasceu na Costa Rica, em 1963. No México, desde 1984, aprofundou-se na obra de Evangelização, com retiros, acampamentos e através de suas músicas. Em 1989 foi convidado a colaborar na formação de jovens líderes em toda a América Latina.

Fortalecidos pela Encíclica Redemptoris Missio de João Paulo II, que convidava para uma Nova Evangelização, com novo ardor, novos métodos e nova expressão, realizou-se então no Brasil, em 1991, um Acampamento Nacional.

A partir desse acampamento teve início a obra no Brasil, com representantes de vários estados que lá estiveram. Eles acreditaram e investiram nesse trabalho evangelizador em suas dioceses.

Em 1992, jovens de Porto Alegre fizeram o acampamento em Maringá no Paraná, onde já existia uma equipe. Após a experiência vivida, Marcos Athaide apresentou para nossa Arquidiocese a oportunidade. Em outubro de 1993, sob a aprovação do então Arcebispo de Porto Alegre, Dom Altamiro Rossato, e com o apoio da Pastoral da Juventude através de seu diretor espiritual Pe. Blasio Jacob, além do incentivo da Escola de Evangelização através do Sr. Rodolfo Pftischer e a ajuda dos Padres Gregório de Nadal (in memorian) e Luis Francisco Ledur, ambos da Paróquia Menino Deus, tivemos o 1º Acampamento. Ele foi realizado com a ajuda de pessoas da equipe de Maringá e com jovens porto-alegrenses que fizeram o acampamento tanto em Maringá como em Londrina.

Desde 1993, portanto, o Acampamento vinha sendo realizado na Fazenda Chaleira Preta, que pertencia à Arquidiocese de Porto Alegre. Local de ambiente acolhedor onde Deus sempre se manifestou. e onde a equipe que atua na Obra se fortaleceu, se transformou e está em contante desenvolvimento. Firme no seu propósito de estar a serviço de nossa Arquidiocese e em sintonia com o Setor da Juventude, o Acampamento é um momento de Formação pessoal e espiritual, suscitando em seus campistas a necessidade de vivência em comunidade.

Desde então já foram realizados mais de 50 acampamentos, com pessoas diferentes , paróquias, grupos e cada um foi único. Cada Acampamento tem ‘a cara’ e o jeito dos que se propuseram a viver uma experiência de Deus, do outro e de descoberta de si mesmo. A Equipe de Acampamento prepara, partilha e reza por esta obra ao longo dos anos e já foi formada por diversas pessoas, de diferentes paróquias, grupos e/ou movimentos, como é hoje.

Com a venda da Fazenda Chaleira Preta em 2015, foi preciso mudar de casa. Na páscoa de 2016 foi realizado o primeiro Acampamento na Fazenda Nossa Senhora Aparecida, situada no município de Butiá (RS).